A situação do mercado imobiliário no segundo semestre

O entrevistado desta edição é o corretor de imóveis, Carlos Henrique Corrêa, diretor e um dos proprietários do escritório A&P, existente há quase dois anos em Itu e Salto. Corrêa lembra que na hora de escolher um bom consultor imobiliário, é fundamental verificar, em primeiro lugar, se ele está devidamente cadastrado no Conselho Regional de Corretor de Imóveis (CRECI), e sempre solicitar referências e indicações do profissional. Além disso, Carlos revela que seu lema e estratégia para conquistar bons negócios é: “Trabalhar com honestidade, de forma correta, buscando sempre o que é justo para ambas as partes”.

Durante entrevista para a reportagem da Guia Cenário, Carlos explica como está o mercado imobiliário neste segundo semestre do ano, para quem deseja vender, investir e alugar imóveis. Confira a seguir.

Considerando a atual crise política e econômica no Brasil, como está a situação do mercado imobiliário nacional?

Podemos dizer que não estamos nem no melhor cenário e nem no pior. Teve sim uma pequena melhora, mas ainda estamos passando por um momento de inúmeras mudanças nos campos político e econômico, o que influencia muito o nosso mercado, fazendo com que apresente instabilidades.

E o cenário deste mercado no interior de São Paulo?

Mesmo com a crise, aqui no interior o mercado imobiliário permanece forte e resistente, já que muitas famílias ainda vêm para essas cidades em busca de bem-estar e de um custo de vida mais baixo.

Você acredita que este é um bom momento para investir em imóveis?

É verdade que estamos vivendo em uma época delicada na economia do nosso país, porém, isso não fez com que as pessoas parassem de investir. Momentos ruins para alguns, nem sempre são para outros, isso é muito relativo.

Quais são os tipos de imóveis mais procurados atualmente para a compra? 

A procura tem sido maior por imóveis residenciais, já que, no geral, apresentam um retorno mais rápido. É comum atendermos pessoas que buscam imóveis de baixo valor, para que possam ser disponibilizados rapidamente para locação.

Profissionais da área apostam no 13º salário para aquecer o mercado imobiliário na época de final de ano?

Em nosso segmento, a questão do 13º salário não influencia muito a negociação de imóveis. Acredito que as pessoas utilizam o 13º salário mais para viajar do que para investir.

E para o aluguel de imóveis, este é um período favorável?

Sim, é um período favorável. Podemos dizer que no segundo semestre do ano temos uma procura um pouco maior do que o normal, por aluguéis de imóveis comerciais. No caso dos residenciais, a procura também aumenta nessa época, porém, somente a partir de novembro e dezembro, quando muitas famílias buscam mudar o estilo de vida ou o trabalho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: